Dicas para comprar roupas pela internet sem ter dor de cabeça

Eduardo Diório  (iG Moda)

1- Saiba quais são as suas medidas 
Para quem quer comprar roupas pela internet, o primeiro passo é saber quais são as medidas do corpo. Fita métrica na mão, confira as dicas da stylist Marcia Jorge para não errar na hora de fazer as suas anotações: 

Busto : passe a fita métrica sobre a auréola dos seios envolvendo-a no tórax 
Cintura : meça um dedo acima do umbigo / Geralmente a medidas de cintura colocada no site é o cós da roupa especialmente quando se trata de saia e calça e bermuda. 
Quadril : tire as medidas envolvendo a parte mais volumosa do bumbum com a fita 
Braço : anote os valores do ombro ao dorso das mãos (dois dedos abaixo do punho) 
Ombro : de ponta a ponta dos ombros. 
Perna : do osso proeminente lateral do quadril ao calcanhar. Essa será a sua medida! 



Prefira as peças mais fáceis de serem vestidas, como as malhas, os vestidinhos leves e as peças que tenham elastano, esteja sempre atento a composição do tecido. 

2- Monitor desconfigurado 
Uma das reclamações mais comuns é a falta de semelhança entre o produto visto pela tela do computador e o que chegou na casa do comprador, principalmente a variação de cor e o tipo de textura. Dependendo da luz do estúdio em que a peça foi fotografada (ou até mesmo do monitor desconfigurado), a cor não é a que está sendo vendida. Por isso, vale a pena pesquisar o mesmo produto em outras lojas virtuais através do código de identificação. Se estiver em dúvida, a melhor coisa a fazer é não comprar o produto com uma possível imagem distorcida e partir para outras 

3- Pesquisar não custa nada! 
Muitas vezes, o preço pode variar entre os sites de vendas . Por isso, o bancário Ricardo Vasques, de 34 anos, virou expert em garimpar o melhor valor no shopping virtual. “Há sites que fazem promoções para clientes que já compraram anteriormente e, por isso, o valor final da compra é bem mais vantajoso. Mesmo assim, sempre pesquiso o mesmo produto em uns cinco endereços antes de bater o martelo.” Segundo ele, as roupas e acessórios vendidos na internet costumam ser mais baratos do que nas lojas, mesmo quando são da mesma marca. 

Comprou e não gostou? O que fazer? 
De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o cliente tem, no máximo, sete dias para cancelar as compras efetuadas fora do estabelecimento comercial. Para se utilizar do direito de arrependimento de produtos adquiridos no Brasil, o consumidor deverá entrar em contato com a loja virtual e seguir as recomendações indicadas. Nos sites internacionais, é importante checar o contrato, pois as leis variam de acordo com a região. O produto não poderá ter sofrido nenhum tipo de alteração.

O produto tão aguardado chegou com defeito. Como trocar? 
A entrega de produto que difere das características ofertadas pelo site configura descumprimento de oferta. Sendo assim, o consumidor poderá exigir a troca, nos termos da oferta, aceitar outro produto equivalente ou rescindir a compra, com direito à restituição do pagamento (com os valores atualizados).

 

Linda Luz compromisso e qualidade com seus clientes.

 

 
  •